MINISTERIO DO TURISMO E CLARO APRESENTAM:

1986

Melhor Filme: “O Homem da Capa Preta”, de Sérgio Rezende

Melhor Diretor: Carlos Reichenbach, por “Filme Demência”

Melhor Ator: José Wilker, por “O Homem da Capa Preta”

Melhor Atriz: Marieta Severo, por “Com Licença, Eu Vou à Luta”

Homenagem Especial do Júri: Zezé Macedo, por seu longo e valioso trabalho no cinema nacional

Prêmio Especial do Júri: “Sonho Sem Fim”, de Lauro Escorel, pela contribuição ao resgate da memória do cinema brasileiro, na figura do pioneiro Eduardo Abelim

Melhor Ator Coadjuvante: Emílio de Biasi, em “Filme Demência”, e Flávio São Thiago, em “Fulaninha”

Melhor Atriz Coadjuvante – Imara Reis, em “Sonho Sem Fim” e “Filme Demência”

Melhor Fotografia: José Tadeu Ribeiro, por “Brás Cubas” e “Sonho Sem Fim”

Melhor Roteiro: Lui de Faria, por “Com Licença, Eu Vou à Luta”

Melhor Trilha Musical: David Tygel, por “O Homem da Capa Preta”

Melhor Som: Mauro Duque Estrada, por “Com Licença, Eu Vou à Luta”

Prêmio Edgard Brazil: Carlos Egberto, pela fotografia de “As Sete Vampiras”

Melhor Figurino: Rita Murtinho, por “Sonho Sem Fim”

Melhor Cenografia: Oscar Ramos, por “As Sete Vampiras”

Melhor Montagem: Ede Mazzini, por “Filme Demência”

Melhor Curta-Metragem Nacional: “O Dia Em Que Dorival Encarou a Guarda”, de Jorge Furtado e José Pedro Goulart, “A Espera”, de Maurício Farias e Luiz Fernando Carvalho, e “Ma Che Bambina”, de A.S. Cecílio Neto

Melhor Direção de Curta-Metragem: Alain Fresnot, por “Amor Que Fica”

Melhor Ator de Curta-Metragem: João Acaiabe, em “O Dia Em Que Dorival Encarou a Guarda”

Melhor Atriz de Curta-Metragem: Marieta Severo, por “A Espera”, e Rose Campos, por “Amor Que Fica”

Melhor Roteiro de Curta-Metragem: Rubens Xavier e Maria Rita, por “Boca Aberta”

Melhor Fotografia de Curta-Metragem: Walter Carvalho, por “A Espera”

Melhor Montagem de Curta-Metragem: Maria Cristina Amaral, por “Ma Che Bambina”

Melhor Som de Curta-Metragem: Walter Rogério, por “Amor Que Fica”

Melhor Curta-Metragem Gaúcho: “O Dia Em Que Dorival Encarou a Guarda”, de José Pedro Goulart e Jorge Furtado

Melhor Diretor de Curta-Metragem: Jorge Furtado e José Pedro Goulart

Melhor Fotografia de Curta-Metragem: Christian Lesage, por “O Dia Em Que Dorival Encarou a Guarda”

Melhor Montagem de Curta-Metragem: Giba Assis Brasil, por “O Dia Em Que Dorival Encarou a Guarda”

Melhor Documentário em Super 8: “Terra”, produção do Centro de Agronomia da Universidade do Paraná

Melhor Enredo-Ficção Super 8: “Lar Desfeito”, produção da Famecos/PUCRS, e “Casa Tomada”, de Milton Petry, Marcelo Generalli, Regina Blanc e Luís Cabrera