MINISTERIO DO TURISMO E CLARO APRESENTAM:

2015

LONGA-METRAGEM BRASILEIRO

Melhor Filme: “Ausência”, de Chico Teixeira

Diretor: Chico Teixeira, por “Ausência”

Ator: Breno Nina, por “O Último Cine Drive-In”

Atriz: Mariana Ximenes, por “Um Homem Só”

Ator Coadjuvante: Otávio Müller, por “Um Homem Só”

Atriz Coadjuvante: Fernanda Rocha, por “O Último Cine Drive-In”

Melhor Filme -Júri Popular: “O Outro Lado do Paraíso”, de André Ristum

Melhor Filme – Júri da Crítica: “O Último Cine Drive-In”, de Iberê Carvalho

Roteiro: Chico Teixeira, César Turim e Sabina Anzoategui, por “Ausência” Montagem: Federico Brioni, por “Ponto Zero”

Fotografia: Adrian Teijido, por “Um Homem Só”

Direção de Arte: Maíra Carvalho, por “O Último Cine Drive-In”

Trilha Sonora: Alexandre Kassin, por “Ausência”

Som: Kiko Ferraz e Christian Vaz, por “Ponto Zero”

LONGA-METRAGEM ESTRANGEIRO

Melhor Filme: “La Salada”, de Juan Martín Hsu

Diretor: Kiki Álvarez, por “Venecia”

Ator: Gilberto Barraza, por “En la Estancia”

Atriz: Claudia Muñiz, Marianela Pupo e Maribel Garzón, por “Venecia”

Prêmio do Júri Popular: “Ella”, de Libia Gómez Días

Melhor Filme – Júri da Crítica: “La Salada”, de Juan Martín Hsu

Roteiro: Carlos Armella, por “En la Estancia”

Fotografia: Nicolas Ordóñez, por “Venecia”

Prêmio Dom Quixote: “En la Estancia”, de Carlos Armella

CURTA-METRAGEM BRASILEIRO

Melhor Filme: “O Corpo”, de Lucas Cassales

Diretor: Bruno Carboni, por “O Teto Sobre Nós”

Ator: Matheus Nachtergaele, por “Quando Parei de me Preocupar com Canalhas”

Atriz: Giuliana Maria, por “Herói”

Prêmio Especial do Júri: “Haram”, de Max Gaggino

Melhor Filme – Júri Popular: “Bá”, de Leandro Tadashi

Melhor Filme – Júri da Crítica: “Dá Licença de Contar”, de Pedro Serrano

Roteiro: Tiago Vieira e Fabrício Ide, por “Quando Parei de me Preocupar com Canalhas”

Fotografia: Arno Schuh, por “O Corpo”

Montagem: Chico Lacerda, por “Virgindade”

Direção de Arte: Welton Santos, por “Miss & Grubs”

Trilha Sonora: Felipe Junqueira e Samuel Ferrari, por “Miss & Grubs”

Som: Tiago Bello, por “O Teto Sobre Nós”

Prêmio Aquisição Canal Brasil: “Dá Licença de Contar”, de Pedro Serrano

 

CURTA-METRAGEM GAÚCHO (PRÊMIO ASSEMBLEIA LEGISLATIVA)

Melhor Filme: “O Corpo”, de Lucas Cassales

Melhor Produtor: Clara Moraes, por “Madrepérola”

Melhor Edição de Som: Daniel de Bem, por “Pele de Concreto”

Melhor Música: Bebeto Alves, por “Rito Sumário”

Melhor Direção de Arte: Eder Ramos, por “Da Vida Só Espero a Morte”

Melhor Montagem: Daiane Marcon e Daniel de Bem, por “Pele de Concreto”

Melhor Fotografia: Arno Schuh, por “O Corpo”

Melhor Roteiro: Lucas Cassales, por “O Corpo”

Prêmio Exibição Curtas Gaúchos RBS TV: “Consertam-se Gaitas”, de Ana Cris Paulus, Boca Migotto e Felipe Gue Martini

Melhor Atriz: Gabriela Poester, por “Bruxa de Fábrica”

Melhor Ator: Carlos Azevedo, por “Rito Sumário”

Melhor Diretor: Lucas Cassales, por “O Corpo”