MINISTERIO DO TURISMO E CLARO APRESENTAM:

2013

LONGA-METRAGEM BRASILEIRO

Melhor Filme: “Tatuagem”

Melhor Diretor: Andradina Azevedo e Dida Andrade, por “A Bruta Flor do Querer”

Melhor Ator: Irandhir Santos, por “Tatuagem”

Melhor Atriz: Leandra Leal, por “Éden”

Melhor Roteiro: Domingos Oliveira, por “Primeiro Dia de Um Ano Qualquer”

Melhor Fotografia: Gallo Rivas, por “A Bruta Flor do Querer”

Melhor Montagem: Karen Harley, por “Os Amigos”

Melhor Trilha Musical: Dj. Dolores, por “Tatuagem”

Melhor Direção de Arte: Eloar Guazelli e Pillar Prado, “Até Que A Sbórnia Nos Separe”

Melhor Desenho de Som: Edson Secco, por “Éden”

Melhor Ator Coadjuvante: Walmor Chagas, por “A Coleção Invisível”

Melhor Atriz Coadjuvante: Clarisse Abujamra, por “A Coleção Invisível”

Prêmio Especial do Júri: “Revelando Sebastião Salgado”

 

LONGA-METRAGEM ESTRANGEIRO

Melhor Filme: “Repare Bem”, de Maria de Medeiros

Melhor Diretor: Roberto Flores Prieto, por “Cazando Luciérnagas”

Melhor Ator: Cesar Troncoso, por “A Oeste do Fim do Mundo”

Melhor Atriz: Valentina Abril, por “Cazandro Luciérnagas”

Melhor Roteiro: Cesar Franco Esguerra,, por “Cazando Luciérnagas”

Melhor Fotografia: Eduardo Ramirez Gonzalez, por “Cazando Luciérnagas”

Prêmio Especial do Júri: Grupo de Teatro Comunitário Catalinas Sur em “Veninos de Muy Lejos”

 

CURTA-METRAGEM BRASILEIRO

Melhor Filme: “Acalanto”, de Arturo Sabóia

Melhor Diretor: Arturo Sabóia, por “Acalanto”

Melhor Ator: Kauê Telloli, por “A Navalha do Avô”

Melhor Atriz: Léa Garcia, por “Acalanto”

Melhor Roteiro: Francine Barbosa e Pedro Jorge, por “A Navalha do Avô”

Melhor Fotografia: Ale Sameri, por “Arapuca”

Melhor Montagem: Gilberto Scarpa e Vinícius Gotardelo, por “Merda”

Melhor Trilha Musical: Luis Olivieri, por “Acalanto”

Melhor Direção de Arte: Rogério Tavares, por “Acalanto”

Melhor Desenho de Som: Tiago Bello, Rita Zart, Marcos Lopes da Silva, por “Tomou Café e Esperou”

Prêmio Especial do Júri: “Os Filmes Estão Vivos”

Menção Honrosa: “Carregadores de Monte”

Prêmio Canal Brasil: “A Navalha do Avô”, de Pedro Jorge

Prêmio Dom Quixote: “Repare Bem”, de Maria de Medeiros

Menção Honrosa: “A Oeste do Fim do Mundo”, de Paulo Nascimento, e “Venimos de Muy Lejos”, de Ricardo Piterbarg

 

JÚRI DA CRÍTICA

Melhor Curta-metragem: “Os Filmes Estão Vivos”, de Fabiano de Souza e Milton do Prado

Melhor Longa-metragem estrangeiro: “Repare Bem”, de Maria de Medeiros

Melhor Longa-metragem brasileiro: “Tatuagem”, Hilton Lacerda

 

JÚRI POPULAR

Melhor Curta-metragem: “Acalanto”, de Arturo Saboia

Melhor Longa-metragem estrangeiro: “A Oeste do Fim do Mundo”, de Paulo Nascimento

Melhor Longa-metragem brasileiro: “Até Que a Sbórnia nos Separe”, de Otto Guerra e Ennio Torresan Jr. e “A Coleção Invisível”, de Bernard Attal

 

CURTA-METRAGEM GAÚCHO (PRÊMIO ASSEMBLEIA LEGISLATIVA)

Melhor filme: “O Matador de Bagé”, de Felipe Iesbick

Melhor direção: Iuli Gerbase, por “Férias”

Melhor ator: João França, por “O Matador de Bagé”

Melhor atriz: Aline Jones, por “A Princesa”

Melhor produtor executivo: Guilherme Piccinini, por “Ed”

Melhor edição de som: Tiago Bello, por “Tomou Café e Esperou”

Melhor música: Frank Jorge, por “O Matador de Bagé”

Melhor direção de arte: Pedro Karam, por “Férias”

Melhor montagem: Matheus Heinz, por “Codinome Beija-Flor”

Melhor fotografia: Pablo Chasseraux, por “Kassandra”

Melhor roteiro: Édnei Pedroso, por “Armada”

Prêmio Exibição Curtas Gaúchos RBSTV: “As Memórias do Vovô”, de Cíntia Langie