MINISTERIO DO TURISMO E CLARO APRESENTAM:

2005

LONGA-METRAGEM BRASILEIRO

Melhor Filme: “Gaijin – Ama me Como Sou”, de Tizuka Yamasaki

Melhor Diretor: Tizuka Yamasaki, por “Gaijin – Ama me Como Sou”

Melhor Ator: Lázaro Ramos, por “Cafundó”

Melhor Atriz: Priscila Rozenbaum, por “Carreiras”

Melhor Ator Coadjuvante: Miguel Ramos, por “O Cerro do Jarau”

Melhor Atriz Coadjuvante: Aya Ono, por “Gaijin – Ama me Como Sou”

Melhor Roteiro: Pedro Zimmermann, por “Diário de Um Novo Mundo”

Melhor Montagem: Giba Assis Brasil, por “Sal de Prata”

Melhor Fotografia: José Roberto Eliezer, por “Cafundó”

Melhor Música: Egberto Gismonti, por “Gaijin – Ame me Como Sou”

Melhor Direção de Arte: Vera Hamburger, por “Cafundó”

Prêmio Especial do Júri: “Cafundó”, de Paulo Betti e Clovis Bueno

Prêmio do Júri Popular: “Diário de Um Novo Mundo”, de Paulo Nascimento

 

LONGA-METRAGEM BRASILEIRO – DOCUMENTÁRIOS

Melhor Filme: “Soy Cuba, O Mamute Siberiano”, de Vicente Ferraz

Prêmio Especial do Júri: “Doutores da Alegria”, de Mara Mourão e “Do Luto à Luta”, de Evaldo Mocarzel

Prêmio da Critica: “Soy Cuba – o Mamute Siberiano”, de Vicente Ferraz

Prêmio do Júri Popular: “Doutores da Alegria”, de Mara Mourão

 

LONGA-METRAGEM ESTRANGEIRO

Melhor Filme: “Un Mundo Menos Peor”, de Alejandro Agresti

Melhor Diretor: Alejandro Agresti, por “Un Mundo Menos Peor”

Melhor Ator: Roque Valero, por “Punto y Raya”

Melhor Atriz: Julieta Cardinali, por “Un Mundo Menos Peor”

Prêmio Especial do Júri: Sergio Arau, Yareli Arizmendi e Sergio Guerrero, pelo roteiro de “Un Dia Sin Mexicanos”

Prêmio da Crítica: “Punto y Raya”, de Elia Schneider

 

CURTAS METRAGENS 35MM

Melhor filme “Entre Paredes”, de Eric Laurence

Melhor Diretor: Eric Laurence, por “Entre Paredes”

Melhor Ator: André Gonçalves, por “Eu te darei o Céu”

Melhor Atriz: Nany di Lima, por “Eu te darei o Céu”

Melhor Roteiro: Nanna de Castro, por “Eu te darei o Céu”

Melhor Montagem: Eric Laurence, por “Entre Paredes”

Melhor Fotografia: Rodrigo Monte, por “Desejo”

Melhor Música: Nana Vasconcelos, por “Entre Paredes”

Melhor Direção de Arte: Naíra Coelho, por “Os Olhos do Pianista”

Prêmio Especial do Juri: “Visita Íntima”, de Joana Nin

Prêmio da Crítica: “Entre Paredes”, de Eric Laurence

Prêmio do Júri Popular: “Eu Te Darei o Céu”, de Afonso Poyart

 

CURTAS METRAGENS 16MM

Melhor Filme em Curta e Média Metragem 16mm: “Noturno”, de Daniel Salaroli

Melhor Diretor: Daniel Salaroli, por “Noturno”

Melhor Ator: Lauro Montana, por “Seqüestramos Augusto César”

Melhor Atriz: Rosane Correa, por “Cólera”

Melhor Roteiro:Leandro Davico, por “Cólera”

Prêmio Especial do Júri: “Dalva”, de Caroline Leone

 

CURTAS GAÚCHOS

Melhor Filme 16 mm: “Prato do Dia”, de Rafael Figueiredo

Melhor Filme 35 mm: “Início do Fim”, de Gustavo Spolidoro

Melhor Diretor: Gustavo Spolidoro, por “Início do Fim”

Melhor Roteiro: Lancast Mota, por “Kactus Kid”

Melhor Ator: Nilson Asp, por “Início do Fim”

Melhor Atriz: Thelma Reston por “Hoje tem Felicidade”, de Lisiane Cohen

Melhor Fotografia: Maurício Borges de Medeiros, por “Os Olhos do Pianista”

Melhor Montagem: Milton do Prado, por “Prato do Dia”de Rafael Figueiredo

Melhor Direção de Arte: Luis Roque, por “Início do Fim”

Melhor Música: Sérgio Olivé, por “Os Olhos do Pianista”