MINISTERIO DO TURISMO E CLARO APRESENTAM:

2002

LONGAS-METRAGENS BRASILEIROS – FICÇÃO

Melhor Filme: “Durval Discos”, de Anna Muylaert

Melhor Diretor: Anna Muylaert, por “Durval Discos”

Melhor Ator Coadjuvante: Emilio de Mello, por “Querido Estranho”

Melhor Atriz Coadjuvante: Suzana Saldanha, por “Separações”

Melhor Ator – Alexandre Moreno, por “Uma Onda no Ar”

Melhor Atriz: Priscila Rozembaum, por “Separações”

Melhor Roteiro: Anna Muylaert, por “Durval Discos”

Melhor Montagem: Eduardo Escorel, por “Dois Perdidos Numa Noite Suja”

Melhor Fotografia: Jacob Solitrenick, por “Durval Discos”

Melhor Música: David Tygel, por “Dois Perdidos Numa Noite Suja”

Melhor Direção de Arte: Ana Mara Abreu, por “Durval Discos”

Prêmio Especial do Juri: “Uma Onda no Ar”, de Helvécio Ratton, pelo tema

Prêmio da Crítica: “Durval Discos”

Prêmio do Júri Popular: “Durval Discos”

 

LONGAS-METRAGENS LATINOS

Melhor Filme: “La Perdición de Los Hombres”, de Arturo Ripstein

Melhor Ator: Alejandro Trejo, por “Táxi Para Três”

Melhor Atriz: Norma Aleandro, por “El Hijo de la Novia”

Prêmio da Crítica: “El Hijo de la Novia”, de Juan José Campanella

Prêmio do Júri Popular: “El Hijo de la Novia”, de Juan José Campanella

Melhor Diretor: Arturo Ripstein, em “La Perdición de Los Hombres”

 

LONGAS-METRAGENS BRASILEIROS – DOCUMENTÁRIOS:

Melhor Filme: “Edifício Master”, de Eduardo Coutinho

Prêmio Especial do Júri: “Onde a Terra Acaba”, de Sérgio Machado

 

CURTAS-METRAGENS EM 35MM

Melhor Filme: “Como se Morre no Cinema”, de Luelane Loiola Corrêa

Melhor Diretor: Ana Luiza Azevedo, por “Dona Cristina Perdeu a Memória”

Melhor Ator: Lui Strassburg, por “O Encontro” de Marcos Jorge

Melhor Atriz: Malu Bierrenbach, por “O Encontro”

Melhor Roteiro: Iziane Filgueiras Mascarenhas, por “O Céu de Iracema”

Melhor Montagem: Luelane Loiola Correa e Luiz Guimarães de Castro, por “Como se Morre no Cinema”

Melhor Fotografia: “O Encontro”

Melhor Música: Mestre Verequete, por “Chama Verequete”

Melhor Direção de Arte: Fiapo Barth, por “Dona Cristina Perdeu a Memória”

Prêmio Especial do Júri – Para o sr. Zagati, do filme “Zagati”, e Edu Felistoque, por sua paixão e dedicação ao cinema no Brasil

Prêmio da Crítica: “Como se Morre no Cinema”, de Luelane Loiola Corrêa

Prêmio do Júri Popular: “Como se Morre no Cinema”, de Luelane Loiola Corrêa

 

CURTAS-METRAGENS EM 16MM E 35MM DE ANIMAÇÃO:

Melhor Curta Nacional de Animação: “O Limpador de Chaminés” (35mm), de Rodrigo John

 

CURTAS E MÉDIAS-METRAGENS EM 16MM:

Melhor Filme: “Justiça Infinita”, de Cacá Nazário

Melhor Diretor: Eduardo Valente, por “Um Sol Alaranjado”

Melhor Ator: Leonardo Miggiorin, por “Em Nome do Pai”

Melhor Atriz: Patrícia Selonk, por “Um Sol Alaranjado”

Melhor Roteiro: Luciano Coelho e Edson Bueno, por “O Fim do Ciúme”

Prêmio Especial do Júri: para a montagem de Rogério Ferrari, em “Justiça Infinita”, e para a fotografia de Heloísa Passos em “O Fim do Ciúme”

 

CURTAS-METRAGENS GAÚCHOS EM 16MM E 35MM:

Melhor Filme: “Isaura”, de Alex Sernambi (35mm)

Melhor Filme de Diretor Estreante: “Justiça Infinita”, de Cacá Nazário (16mm)

Melhor Atriz: Vanise Carneiro, por “Vaga-Lume” (35mm)

Melhor Ator: Paulo Saldanha, por “Última Trincheira” (35mm)

Prêmio Especial do Júri: “O Limpador de Chaminés”, de Rodrigo John (35mm)

Prêmio Prawer APTC para técnico gaúcho: José Maya

 

PRÊMIOS ESPECIAIS

Prêmio Canal Brasil Curta 35mm: “Zagati” e “O Céu de Iracema”

Troféu BR – Melhor Diretor Estreante: Walter Carvalho e João Jardim, por “Janela da Alma”