MINISTERIO DO TURISMO E CLARO APRESENTAM:

1984

Melhor Filme: “O Baiano Fantasma”, de Denoy de Oliveira

Melhor Diretor: Denoy de Oliveira, por “O Baiano Fantasma”

Melhor Ator: José Dumont, por “O Baiano Fantasma”

Melhor Atriz: Débora Bloch, por “Noites do Sertão”

Melhor Ator Coadjuvante: Aldo Bueno, por “A Próxima Vítima”

Melhor Atriz Coadjuvante: Maria Sílvia, por “Noites do Sertão”

Melhor Fotografia: Tadeu Ribeiro, por “Nunca Fomos Tão Felizes” e “Noites do Sertão”

Melhor Roteiro: Alcione Araújo, por “Nunca Fomos Tão Felizes”

Melhor Trilha Sonora: Tavinho Moura, por “Noites do Sertão”

Melhor Montagem: Idê Lacretta e Amary Alves, por “Noites do Sertão”

Melhor Cenografia: Anísio Medeiros, por “Noites do Sertão”

Melhor Música Original: Tavinho Moura, por “Noites do Sertão”

Melhor Técnico de Som: Romeu Quinto, por “Noites do Sertão”

Melhor Filme do Júri Popular: “Jango”, de Sílvio Tendler

Prêmio de Qualidade: “Noites do Sertão”, de Carlos Alberto Prates Correia

Prêmio Especial do Júri: “Jango”, de Sílvio Tendler

Prêmio da Crítica: “Nunca Fomos Tão Felizes”, de Murilo Salles

Menção Honrosa: Mayara Magri, por “A Próxima Vítima, e Rafael de Carvalho, por “O Baiano Fantasma”

Prêmio Edgard Brazil de Fotografia: Tadeu Ribeiro, por “Nunca Fomos Tão Felizes” e “Noites do Sertão”

Prêmio Revelação: “Verdes Anos”, de Carlos Gerbase e Giba Assis Brasil

Menção Honrosa: “Extremos do Prazer”, de Carlos Reichenbach, pela integridade de sua obra

Melhor Curta-Metragem: “Idos Com o Vento”, de Isay Weinfeld e Marcio Kogan

Melhor Diretor de Curta-Metragem: Sérgio Bianchi, por “Divina Providência”

Melhor Montagem de Curta-Metragem: Adrian Cooper, por “Chapeleiros”

Melhor Fotografia em Curta-Metragem: Adrian Cooper, por “Chapeleiros”