MINISTERIO DO TURISMO E CLARO APRESENTAM:

Marco Nanini e Laís Bodanzky são reconhecidos por suas carreiras

Troféus Oscarito e Eduardo Abelin são anunciados

Dois nomes que fazem história no cinema nacional serão homenageados este ano. O Troféu Eduardo Abelin será da diretora Laís Bodanzky. Laís dirigiu filmes como o premiado “Como Nossos Pais”, que recebeu seis Kikitos em 2017, e “Bicho de Sete Cabeças”, de 2000. Atualmente, é diretora-presidente da Spcine. Por mais de 10 anos, Laís coordenou projetos sociais de audiovisual como o Tela Brasil, que promove exibição itinerante de filmes nacionais, um programa de educação audiovisual em várias comunidades pelo Brasil e o Tela BR, um curso de educação audiovisual a distância.

Este ano, o Troféu Oscarito, a mais tradicional honraria entregue pelo Festival de Gramado será concedida ao ator, produtor e diretor Marco Nanini. Imortalizado na cultura popular por seus trabalhos na televisão, no cinema e no teatro, Nanini debutou nas telas de cinema no mesmo ano da primeira edição do evento serrano, em 1973, com o longa-metragem “As Moças Daquela Hora”. Antes, em 1969, já havia atuado em telenovelas e espetáculos teatrais. No currículo, quase uma centena de projetos ao longo dos últimos 50 anos. No ano passado, arrancou elogios da crítica nacional e internacional ao dar vida a personagem Pedro em “Greta”, do diretor Armando Praça. O filme foi exibido no Festival Internacional de Cinema de Berlim e teve sua estreia nacional no Cine Ceará, no qual obteve três troféus Mucuripe, incluindo a categoria de Melhor Ator para Nanini.

Vale lembrar que o 48º Festival de Cinema de Gramado não será presencial. A programação será transmitida pela grade linear do Canal Brasil e, também, pelo serviço de streaming. Cada categoria com suas peculiaridades que serão detalhadas quando a programação for divulgada.