Festival de Gramado repudia a violência e defende convívio democrático
VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

Festival de Gramado festeja o fôlego de 2019 e começa a preparar a próxima edição

A coletiva de encerramento do 47º Festival de Cinema de Gramado afirmou o fôlego desta edição e o compromisso de projetar a 2020 com ainda mais qualidade, com data já definida de 14 a 22 de agosto. Nesse contexto, Edson Néspolo, presidente da Gramadotur, fez uma avaliação positiva dos nove dias de programação.

“Tivemos um recorde de inscrições, com mais de 1.100 filmes, uma seleção criteriosa com filmes que agora ganham espaço em outros festivais, júris de muita expressão, com nomes nacionais e internacionais importantes, a afirmação do Educavídeo com o um momento importante, o encontro com legenda, que reuniu mais de 500 pessoas, a sessão com pessoas com Síndrome de Down lotou o cinema. Nesse sentido, a bandeira da inclusão será perseguida sempre e cada vez mais. A exposição interna no Brasil e também para o Exterior foram importantes”, analisou Néspolo.

Iara Sartori, diretora de eventos da Gramadotur, salientou que a organização da próxima edição começa no dia seguinte ao encerramento do Festival.

“Organizamos seis eventos por ano e temos pessoas qualificadas para cada um deles. A sensação é de missão cumprida. Foi um festival grandioso, com sucesso. A gente acompanhou o crescimento desta edição durante toda a semana. Agora temos a responsabilidade de projetar a edição dos 50 anos. Queremos fazer ainda melhor”, disse Iara.

Para o gerente de eventos da Gramadotur, Diego Scariot, esta edição do Festival foi festejada pela comunidade gramadense por trazer muitos artistas e levar o nome da cidade aos quatro cantos do Brasil da América Latina.

“Foi o melhor festival dos últimos anos”, declarou, agradecendo todas as equipes envolvidas.

O curador Marcos Santuario, cujo nome já está confirmado na curadoria, ressaltou a afinação entre o trabalho técnico e afetivo dos envolvidos no Festival.

“Já tenho muito orgulho desse trabalho contínuo e crescente. Queremos seguir com força, fazendo o maior festival brasileiro. Gramado é uma cidade que acredita no cinema e a gente fica feliz por isso”, falou Santuario.

Questionado sobre a possível ameaça do festival diante da crise econômica e da possível falta de produções para o Festival, Edson Néspolo apontou aquilo que considera um marco desta edição do Festival de Gramado.

“Esse momento de extremos que acontece no país não faz bem para o Brasil. Torcemos pelo equilíbrio. Fizemos uma reunião com os principais festivais de cinema do Brasil, coisa que nunca havia acontecido. Temos que mostrar e provar mais de uma vez que o cinema brasileiro gera emprego e renda. Teremos uma audiência om o ministro para mostrar nossa força em conjunto. Quando enfrentamos uma crise em 1992, Gramado soube se reinventar, se abrindo para as produções ibero-americanas. Não podemos ficar nos lamentando, temos que celebrar e mostrar que, além da força lúdica, a questão econômica é fundamental. Seguiremos na luta afirmando a importância do Fundo Setorial e da Lei Rouanet. A bandeira da cultura está acima da ideologia”, avaliou.

O curador Marcos Santuario reforçou que os contatos para a seleção de novos filmes já comeram neste ano, durante encontros informais nos dias em que o Festival aconteceu.

“Claro que nos preocupa o fato de alguns filmes estarem parados, aguardando finalização. Mas seguimos procurando e encontrando alternativas. A crise sempre nos faz buscar saídas. E como disse Carla Camurati, gosto de jogar luzes sobre o positivo”, reforçou.

O presidente da Gramadotur também informou que o orçamento de R$ 4.3 milhões de 2019 deve aumentar, com uma previsão de R$ 4.6 milhões para o ano que vem. Destacou ainda o crescimento em 25% de aportes de patrocinadores.

“Essa projeção de crescimento de orçamento nos dá segurança para reafirmar as parcerias já estabelecidas e saudar as novas. Temos grandes marcas que renovaram que seguem e outras que se agregaram nesta edição”, analisou.

Gramado Film Market

Programação dedicada ao espaço de mercado do Festival de Cinema de Gramado, O Gramado Film Market também comemorou o desempenho desta edição.

“Esta terceira edição trouxe também a agilidade nas Conexões Diretas com a assinatura de distribuição contrato de entre a Circular Media do Uruguai, empresa de produção e vendas de conteúdo e as produtoras independentes Druzina Content e Atama Filmes para distribuição da série infantil Universo Z, com episódios de 11 minutos, num total de 156 programas em 3 temporadas”, avaliou  Gisele Hiltl, coordenadora do GFM.

 

Números do 47º Festival de Cinema de Gramado

  • 114 sessões entre mostra competitiva, reprises, Mostra Infantil, Mostra de Curtas e Longas Gaúchos e eessões e exibições especiais.
  • 73 produções entre longas gaúchos, brasileiros e latinos, curtas gaúchos e nacionais, produções universitárias brasileiras e de festivais latinos convidados.
  • O Gramado Film Market acumulou 10 painéis, 5 workshops e 62 conexões diretas, com 26 convidados especiais, com 384 inscritos, durante dois dias de completa imersão na realização audiovisual, além de mais de 300 pessoas que assistiram à Mostra Cinematic VR Filmes 360. O GFM contou com um importante apoio do TECNA – PUCRS.
  • Mais de 100 horas de projeção de filmes
  • Mais de 1.500 pessoas envolvidas entre alunos e professores no Cinema nos Bairros
  • O projeto Educavídeo exibiu 10 produções assinadas por 70 alunos da rede municipal de educação, em projeto desenvolvido desde 2011. 
  • 7 sessões com audiodescrição e legenda descritiva também no palco principal, além do Encontro Nacional com Legenda e a projeção de Expedição 21, que reuniu centenas de pessoas com Síndrome de Down.
  • 2.193 ingressos vendidos
  • 1.819 pessoas credenciados

    Ministério da Cidadania, Secretaria de Estado da Cultura, Stone Pagamentos e Gramado Parks apresentam o 47º Festival de Cinema de Gramado. Lei de Incentivo à Cultura. Patrocínio: Stella Artois, Snowland, BRDE, Fundo Setorial do Audiovisual e Ancine – Agência Nacional do Cinema. Copatrocínio: Banrisul, o grande banco do sul. Apoio especial: Campari, SEMP TCL, Casa Aveiro. Apoio: Café 3 Corações, G2 Net Sul, Le Joli, Laghetto Hotéis, Lugano, Canal Brasil, Naymar Cia Rio, Miolo Wine Group, Stemac Grupos Geradores, Tecna PUC, Cristais de Gramado. Transporte oficial: KIA. Transportadora aérea ofical: Gol. Agência Oficial: Brocker Turismo. Apoio institucional: Museu do Festival de Cinema de Gramado, SIAV RS, ACCIRS, IECINE, APTC/ABD-RS, Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul, Fundacine. Agente cultural: AM Produções. Promoção: Prefeitura de Gramado. Financiamento: Pró-Cultura/RS, Secretaria de Estado da Cultura, Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Realização: Gramadotur, Secretaria Especial da Cultura, Ministério da Cidadania, Governo Federal, Pátria Amada Brasil