MINISTERIO DO TURISMO E CLARO APRESENTAM:

Festival de Gramado anuncia longas e homenageados em coletiva transmitida pela TV e internet

Denise Fraga é homenageada com o Troféu Cidade de Gramado e César Troncoso com o Troféu Kikito de Cristal

Em um ano desafiador, em que o mundo precisou encontrar outras formas de existir e continuar, o Festival de Cinema de Gramado (FCG) também se reinventa. A  48ª edição do evento, que acontece entre 18 e 26 de setembro, será multiplataforma e, ainda que as equipes já tenham encontrado há meses alternativas para o fazer diário de organização e produção, foi nesta terça-feira, 18, que o público e a imprensa puderam perceber como será o novo formato. A tradicional coletiva de imprensa, que sempre reuniu um grupo importante de jornalistas culturais atentos às novidades de um dos mais importantes festivais de cinema do país, desta vez cedeu lugar a um programa de televisão. Transmitido pela TV Educativa de Porto Alegre (TVE RS) e pelos sites tanto da TV quanto do Festival, além das redes sociais, a primeira experiência já indica o quanto o alcance pode aumentar.

Com as presenças físicas do curador Marcos Santuario e do presidente da Gramadotur Rafael Carniel, e com a participação virtual dos curadores Pedro Bial e Soledad Villamil, o apresentador do Festival e jornalista Roger Lerina conduziu a divulgação dos longas-metragens brasileiros e estrangeiros selecionados e dos homenageados e, também, a interação com os jornalistas, que participaram enviando perguntas pelo WhatsApp.

Este ano, 146 longas-metragens brasileiros (LMB) e 93 estrangeiros (LME) participaram da seleção. As inscrições dão a dimensão da diversidade cultural do Brasil e dos países ibero-americanos. São Paulo, Rio de Janeiro e  Rio Grande do Sul lideraram as inscrições na categoria LMB, com 46, 30 e 13 títulos inscritos, respectivamente. Já Argentina, Espanha, Uruguai e México saíram à frente com as inscrições entre os longas-metragens estrangeiros, com 49, 10, 6 e 5 títulos inscritos, respectivamente. Ao todo, foram 15 estados mais o DF e 14 países.

“Sempre tivemos orgulho do Festival que construímos, mas este ano tem um sabor ainda mais especial. Sabemos o impacto que o Festival de Cinema de Gramado tem para a carreira dos filmes. Manter a realização do evento e essa janela aberta para o mundo é, sobretudo, um compromisso que há 48 anos mantemos com o setor. E como sempre podemos tirar o melhor das situações adversas, não podemos deixar de comemorar o alcance extraordinário que o Festival de Cinema de Gramado terá a partir da exibição pela televisão e por streaming. Esta já é uma edição histórica”, avalia o presidente da Gramadotur, autarquia municipal responsável pela realização do Festival, Rafael Carniel.

ACOMPANHE O FESTIVAL

Gramado Film Market
O espaço do Festival de Gramado dedicado ao mercado também acontece de forma virtual. Já na sua 4ª edição, o Gramado Film Market mantém as tradicionais rodadas de negócios. Este ano, a edição acontece em sinergia com o Forcine – Fórum Brasileiro de Ensino de Cinema e Audiovisual. Mais informações sobre a programação, em breve.

Debates e coletivas
Os tradicionais debates e coletivas dos filmes em disputa desta vez acontecem pela internet. As conversas serão transmitidas pelo site, pelo YouTube e pelo Facebook do Festival de Cinema de Gramado. Acompanhe, siga e se inscreva para não perder nenhum conteúdo. Facebook e Youtube.

Podcast
E para quem quer estar bem informado a partir de qualquer lugar, basta colocar o fone e dar o play no podcast do Festival de Cinema de Gramado. Os programas são produzidos pela Pauta Conexão e Conteúdo, agência que coordena a comunicação do evento, e vão repercutir as principais notícias e etapas do FCG. Dois episódios já estão no ar e podem ser conferidos no Spotify. Pesquise por Festival de Cinema de Gramado.

Festival é multiplataforma
Os filmes concorrentes serão transmitidos pelo Canal Brasil, tanto pela televisão quanto pelo serviço de streaming, na GloboSat. Para ter acesso ao conteúdo, é necessário ser assinante de TV, cujo plano contemple o Canal Brasil.  Os filmes têm suas peculiaridades de exibição, conforme a categoria. Os longas-metragens brasileiros (LMB) e estrangeiros (LME) terão uma única exibição pela TV. Os curtas-metragens brasileiros (CMB) serão exibidos uma vez pela TV e ficarão disponíveis por 24 horas através do serviço de streaming. Os curtas-metragens gaúchos (CMG) serão exibidos pelo streaming em quatro programas, com títulos agrupados conforme a classificação indicativa. O programas serão disponibilizados às 14h do dia 19 de setembro e seguem no ar até as 23h59 do dia 22 de setembro. Já os longas-metragens gaúchos (LMG), cujos títulos ainda serão divulgados, terão exibição por streaming entre os dias 19 e 23 de setembro. A programação do Festival de Cinema no Canal Brasil inicia todas as noites, às 19h.

Confira como assistir na televisão:
NET: canal 650 HD e canal 150 SD
Oi TV: canal 806 HD e canal 66 SD
SKY: canal 113 ou 513
Claro TV: canal 650 HD e canal 67 SD
GVT | Vivo TV: canal 103
Vivo TV (DTH): canal 806 HD  e 566 SD
Vivo TV (fibra | cabo) Canal 656 HD  e 156 SD

Acompanhe o Festival de Cinema de Gramado também no Twitter e Instagram.
Twitter – @cinemadegramado
Instagram – @festivaldecinemadegramado/

IMAGENS
As fotos e os trailers dos filmes, assim como mais opções de imagens dos homenageados, estão disponíveis para uso da imprensa aqui.

 

Ministério do Turismo, Secretaria de Estado da Cultura apresentam o 48º Festival de Cinema de Gramado. Lei de Incentivo à Cultura. Patrocínio: Stella Artois. Apoio: Laghetto Hotéis, Canal Brasil, Miolo Wine Group, Stemac Grupos Geradores, The End, Adylnet/Connect CIty . Agência Oficial: Vento Sul Turismo. Apoio institucional: Museu do Festival de Cinema de Gramado, SIAV RS, ACCIRS, IECINE, APTC/ABD-RS, Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul, Fundacine. Agente cultural: AM Produções. Promoção: Prefeitura de Gramado. Financiamento: Pró-Cultura/RS, Secretaria de Estado da Cultura, Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Realização: Gramadotur, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo, Governo Federal, Pátria Amada Brasil