Indústria criativa do audiovisual pode contribuir com desenvolvimento e promoção turística no Brasil.

Um acordo entre Ministério de Turismo e a Gramadotur – autarquia municipal responsável pela organização e promoção dos eventos na cidade, entre eles o Festival de Cinema de Gramado –, visando a promoção de cidades através do potencial turístico gerado pela indústria do cinema e televisão, foi assinado nesta quinta-feira (08), durante a solenidade de abertura do 30º Festival de Turismo de Gramado – Festuris.

O protocolo de intensões tem como objetivo aproveitar o potencial econômico gerado pela indústria audiovisual para aumentar a promoção turística no país através de medidas de promoção para o mercado doméstico e internacional preparadas pelo Grupo Técnico de Trabalho para a Promoção do Turismo Cinematográfico, criado pelo MTur. Também está prevista a observação de boas práticas, nacionais e internacionais, mapeamento de instituições com conhecimento sobre o tema e criação de uma rede de inovação.

Para Edson Néspolo, presidente da Gramadotur, o impacto gerado pela indústria cinematográfica pode gerar efeitos de longo prazo. “Essa parceria com o Ministério do Turismo engrandece e beneficia os dois lados do mercado. A ideia cria possibilidades para Gramado e outros destinos, tradicionais ou não no segmento, se reinventarem, crescerem e se consolidarem”, afirma Néspolo.

De acordo com o ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, as cidades usadas como locação de novelas, séries e filmes tem ganhos reais através do turismo. “Esses destinos ampliam a visibilidade de seus atrativos, passando a ser um ‘tesouro’ a se descobrir. É assim que são mais lembrados pelos consumidores e entram em um ciclo virtuoso de comercialização de serviços”, analisa Lummertz.

Share

Patrocinadores