line-toplineline-bottom

Educavídeo

O Festival de Cinema de Gramado chega, neste ano de 2021, a sua 49ª edição como uma marca de resistência cultural em meio a uma das mais graves crises sanitárias vivenciadas pela humanidade ao longo de sua história. Parte representativa desta resistência é a produção audiovisual realizada pelos alunos da rede pública de Gramado a partir das iniciativas do Programa Municipal Escola de Cinema – Educavídeo.

Alunos e professores, assim como a área da educação de forma geral precisou se reinventar com a pandemia de Covid-19. E isso não ficou restrito às aulas, mas também se estendeu às produções. Desta forma, parte do material que será exibido neste ano tem temáticas que retratam à pandemia sob o olhar dos jovens, como também tiveram suas condições de produção adaptadas para os meios digitais.

Nesta edição teremos produções que mostram um mundo pré-pandemia e outro afetado pela doença viral. Os curtas-metragens Frágil, Mãe é tudo igual e Batendo a meta foram finalizados no segundo semestre de 2019 e refletem os problemas, as dificuldades e o bom-humor no qual situações do dia a dia são vistos pelos jovens produtores. Já os curtas Entre vidraças e Player, produzidos no primeiro semestre de 2021, trazem para o rol de produções do Educavídeo o contexto de uma vida de isolamento social e do uso do mundo virtual como mediação para as situações cotidianas, inclusive de entretenimento e lazer.

Com as produções realizadas em 2021, o Educavídeo chega a uma marca muito significativa: 100 produções e a 11 anos de atuação. A ideia inicial, surgida a partir da participação de um grupo de professores e alunos em 2011 nas oficinas ofertadas pelo Instituto Claro durante o “Claro Curtas” continua a mesma: utilizar o audiovisual com fins pedagógicos. Possibilitar aos alunos da rede municipal a compreensão do uso das tecnologias e da linguagem do cinema para produzirem os seus próprios vídeos, fazendo com que suas ideias e histórias ganhassem vida nas telas.

Para este ano, a noite do Educavídeo estará diferente. Novamente, em função da pandemia, ela não será ao vivo e com a participação dos jovens produtores, suas famílias, amigos e a comunidade gramadense. Mas nem por isso deixará de ser impactante. Além da exibição das produções finalizadas pelos alunos, eles também serão os protagonistas da apresentação do programa especial da noite do Educavídeo no festival, em um formato semelhante ao realizado em 2020 durante a live que homenageou a primeira década de atuação do programa.

Para 2022, a expectativa é que possamos retornar às atividades presenciais com segurança. Muitas produções estão com roteiros prontos e outras em andamento, esperando apenas os alunos se reencontrar para que possam ter continuidade. Um exemplo disso é a série documental sobre a história do turismo em Gramado. Três dos 11 episódios estão prontos e ainda há muito para ser contado, especialmente neste momento em que essa área tão importante para a economia do município também precisou se reinventar. Gravando todos juntos ou cada um em sua casa, os alunos do Educavídeo continuam produzindo histórias que trazem riso, lágrimas, reflexões, mas sobretudo emocionam quem assiste suas produções.

Para mais informações, acesse o site oficial do EDUCAVÍDEO!

img2img2
patrocinadores