line-toplineline-bottom

“Desvirtude” é o melhor filme de curta-metragem gaúcho do 49º Festival de Cinema de Gramado

O filme “Desvirtude”, da diretora Gautier Lee, foi o grande vencedor do Prêmio Assembleia Legislativa – Mostra Gaúcha de Curtas desta 49ª edição do Festival de Cinema de Gramado com a conquista dos troféus de melhor filme, melhor direção, melhor atriz e melhor montagem. 

O curta traz um forte roteiro sobre racismo ao contar a história de Kenia, uma menina negra, estudante de Jornalismo que, após ser agredida durante uma atividade na universidade, tem de lidar com repercussões e retaliações de seu caso. 

“Eu nem sei o que dizer, estou dividida entre chorar, rir, pensar e falar. Quero aproveitar esse espaço para agradecer a toda nossa equipe que pilhou fazer esse projeto sem nenhum centavo. Eu gastei um total de R$ 17 para comprar uma base para a nossa atriz, é um curta de R$ 17”, falou emocionada a diretora do filme Gautier Lee virtualmente ao vivo na cerimônia. Ela lembrou ainda que o prêmio vem em um momento muito triste para a equipe, especialmente para o produtor Jéferson Silva que recentemente passou por um episódio de racismo em um shopping quando foi parado no banheiro e teve uma arma apontada. 

“É uma honra estar aqui, um baita privilégio poder fazer cinema nesse cenário que temos no Brasil tanto político, econômico, social e sanitário, estar aqui é um baita privilégio e não quero nunca esquecer disso e quero que isso deixe de ser um privilégio. Quero que fazer cinema seja algo fácil, bem remunerado que a gente não precise trabalhar em outras coisas pra poder pagar as nossas contas e  viver com decência e conforto”, afirmou a diretora. “Desvirtude” também foi selecionado para competir entre os curtas-metragens  brasileiros. 

O filme “Eu Não Sou Um Robô”, de Gabriela Lamas, que trata do tema da robotização das pessoas, também foi destaque na mostra deste ano, garantindo quatro prêmios: melhor roteiro, melhor fotografia, melhor direção de arte e melhor filme pelo júri da crítica. 

A cerimônia que aconteceu na tarde deste sábado teve a participação dos músicos da região de Gramado Ástrid Godoi no vocal e Felipe Saul na guitarra com intervenções ao vivo. A premiação na íntegra pode ser assistida no YouTube do Festival de Cinema de Gramado. 

O Prêmio Assembleia Legislativa de Cinema – Mostra Gaúcho de Curtas é uma promoção da Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul, realizado há 18 anos em parceria com a Prefeitura Municipal de Gramado, firmada por meio de Termo de Acordo de Mútua Colaboração, com a interveniência da Gramadotur.

CURTAS-METRAGENS GAÚCHOS

Melhor Filme – “Desvirtude”, De Gautier Lee

Melhor Ator – Álvaro Rosacosta em “Rufus”

Melhor Atriz –  Evellyn Santos em “Desvirtude”

Melhor Direção – Gautier Lee, por “Desvirtude” 

Melhor Roteiro – Felipe Yurgel, Gabriela Lamas, Maurilio Almeida por “Eu Não Sou Um Robô”

Melhor Fotografia – Lívia Pasqual, por “Eu Não Sou Um Robô”

Melhor Montagem – Gabriel Borges, por “Desvirtude” 

Melhor Direção de Arte – Gabriela Lamas, por “Eu Não Sou Um Robô” 

Melhor Trilha Sonora –  Renan Franzen, por “Noite Macabra” 

Melhor Desenho de Som – Kiko Ferraz E Chrístian Vaisz, por “Um Dia De Primavera”

Melhor Produção Executiva – Álvaro Rosa Costa, Carmem Fernandes, Fernanda Kern, Laura Cohen, Lisiane Cohen, Maurício Borges de Medeiros, por “Era Uma Vez Uma Princesa” 

Melhor Filme pelo Júri da Crítica“Eu Não Sou Um Robô”, Gabriela Lamas

Menção Honrosa ao filme “Rota”, de Mariani Ferreira, por nos colocar diante de uma relação complexa de forma inteligente, cuidadosa e provocadora. Pelas atuações, que em momentos certeiros, ampliam profundamente a distancia entre pai e filha. Por fim, pela elaboração do roteiro, pela direção, montagem, desenho de som, e pela força de toda a equipe de produzir “Rota” em um tempo tão diferente. 

Ministério do Turismo, Secretaria de Estado da Cultura do Rio Grande do Sul apresentam o 49º Festival de Cinema de Gramado. Lei de Incentivo à Cultura. Patrocínio: Stella Artois e Golden Propriedades de Lazer. Copatrocínio: VERO, a maquininha do Banrisul. Exibidor Oficial: Canal Brasil. Exibidor Regional: TVE. Cia Aérea Oficial: Azul Linhas Aéreas. Receptivo Oficial: Gramado Receptivo. Apoio: Da Magrinha, Miolo, O2 Pós, Azul Viagens, Adylnet, Laghetto Hotéis, Stemac Grupos Geradores, Tecna, Planalto e Caracol Chocolates, Naymovie. Apoio institucional: Museu do Festival de Cinema de Gramado, SIAV RS, ACCIRS, APTC/ABD-RS, Fundacine, Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul. Agente cultural: AM Produções. Promoção: Prefeitura de Gramado. Financiamento: IECINE, Pró-Cultura/RS, Secretaria de Estado da Cultura, Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Realização: Gramadotur, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo, Governo Federal, Pátria Amada Brasil.

img2img2
patrocinadores