MINISTERIO DO TURISMO E CLARO APRESENTAM:

MAS EU NÃO SOU ALGUÉM (2021) – São Paulo

Direção: Daniel Eduardo e Gabriel Duarte  / 13’11”

Sinopse: Em uma favela brasileira, uma criança de nove anos tenta entender a si mesma e o universo onde vive. Através de aventuras com seus amigos e parentes, Antônio vive as maravilhas e perigos do lugar onde nasceu.

Perfil do diretor: Gabriel Duarte é um cineasta brasileiro. Em seus filmes, o diretor e roteirista costuma abordar temas complexos, com um olhar intimista e sensível. Aos 22 anos, começou a fazer seus primeiros filmes e videoclipes de rap com amigos da vizinhança. Em pouco tempo, Duarte se destacou. Em 2019, roteirizou e dirigiu o Média Metragem “Conteúdo explícito”. Em 2020 realizou “Empty Eyes”, curta performático que rodou festivais ao redor do mundo. Em 2021, fez sua estreia no cinema de ficção com o curta premiado “Mas eu não sou alguém?”. Atualmente, o diretor finaliza seu próximo filme, intitulado de “Silencio dos homens”, curta surrealista que busca investigar as masculinidades e suas questões. Daniel Eduardo, fotógrafo, DOP e documentarista brasileiro, morador da favela de Paraisópolis, São Paulo, Brasil. Daniel explora as ruas da cidade, as ruas da favela, o transporte público e a juventude periférica como sua linguagem visual. Seu trabalho se encaixa na linhagem da fotografia de rua. É Fundador do Projeto Click na Favela (Oficinas fotografia) que atua em Paraisópolis. Foi um dos vencedores e premiados do FESTIVAL PHOTOTHINGS 2021, onde teve o seu primeiro livro” PARAISÓPOLIS MEU MUNDO”, publicado. Um dos diretores do Curta-metragem “Mas eu não sou alguém?”, Daniel Eduardo é um artista audio-visual versátil e promissor.

Ficha técnica:

D: Daniel Eduardo e Gabriel Duarte
EP: Sugarcane Filmes
R: Gabriel Duarte
PE: Igor Selingarde
E: Antonio Amaral, Victor Hugo Jesus e James Costa
DF: Victor Alencar
DA: Tamara Soriano
TM: Vinicius Porto e Nick Casabona
TSO: Audioman
M: Allex Deracco
DS: Audio Man