MINISTERIO DO TURISMO E CLARO APRESENTAM:

Canadá revitaliza parceria com o Brasil no Festival

País Convidado de Honra

Uma parceria longeva, iniciada nos anos 80, responsável por qualificar o parque técnico e os profissionais brasileiros e que já gerou filmes de primeira linha como “Ensaio Sobre a Cegueira”, de Fernando Meirelles, será revitalizada a partir do Festival de Cinema de Gramado.

País homenageado da 45ª edição do evento, o Canadá desembarca na Serra Gaúcha com ânimo e bagagem para conquistar a simpatia dos produtores nacionais. “Esperamos que nossa presença em Gramado promova ainda mais vínculos entre os setores audiovisuais de nossos países”, observa o embaixador do Canadá no Brasil, Riccardo Savone.

A trajetória da cooperação entre os dois países remonta aos anos 80, quando um acordo entre a extinta Embrafilme e o National Film Board of Canada/L’Office national du film du Canada (NFB/ONF) deu origem ao Centro Técnico Audiovisual (CTAV) do Rio de Janeiro. Este foi o primeiro estúdio de pós-produção no Brasil, e foi inteiramente financiado pelos governos de ambos os países.

Com a abertura do CTAV, teve início um programa de desenvolvimento tecnológico e de recursos humanos em som e animação no Brasil, viabilizado através da importação de equipamentos e de engenheiros canadenses que instalaram a escola no local. Além de cursos de formação em solo brasileiro, o acordo possibilitou o intercâmbio de técnicos e cineastas brasileiros para o Canadá, que é uma referência no cinema de animação – os quatro criadores do AnimaMundi, por exemplo, estavam nessas turmas precursoras.

Anos mais tarde, em 1995, foi estabelecido o acordo de coprodução Brasil-Canadá, que está em vigor ainda hoje. Foi um dos primeiros acordos do gênero brasileiro, que, na época, só possuía cooperação formal com outros quatro países do mundo. Em meados dos anos 2000, os países fortaleceram ainda mais esse laços promovendo uma série de eventos da indústria audiovisual, que resultou em mais de US$ 50 milhões de coproduções em documentários, séries de animação e filmes de longa-metragem.

Além dessa expertise, o Canadá ostenta o posto de grande potência do audiovisual mundial: a proximidade com os Estados Unidos e as vantagens de sua moeda em relação ao dólar levaram os maiores estúdios de Holywood a abrirem filiais no país. Toronto, Vancouver e Montreal são ainda polo de desenvolvimento técnico de efeitos especiais e animação. Apenas em 2016, a indústria audiovisual gerou uma receita de 12 bilhões de dólares ao país.

“O Brasil também está fazendo história na indústria audiovisual e deixando sua marca, com um número crescente de produções em todo o país. Ao combinar forças, poderíamos fazer muito mais juntos”, assegura o embaixador, que estará na Serra Gaúcha para o evento.

Homenagem acontece no 150º aniversário

A escolha do Festival de Cinema de Gramado em homenagear o Canadá nesta 45ª edição se dá no ano em que o país norte-americano comemora o 150º aniversário da nação. “É especialmente significativo que ocorra neste momento”, completa Savone.

A delegação canadense presente no 45º Festival de Cinema de Gramado conta com cineastas, roteiristas e representantes de três das mais importantes escolas de cinema do mundo: Vancouver Film School, VanArts – Vancouver Institute of Media Arts e Toronto Film School.

Os profissionais terão espaço destacado no Gramado Film Market – Conexões, onde oferecerão oficinas de roteiro e animação e paineis sobre a indústria de cinema local e os mecanismos de financiamento no Canadá – estes aliás, possuem particularidades de grande valia, como o fato de que o financiamento está sempre atrelado a um acordo de venda, o que garante a distribuição da produção aduiovisual.

Além disso, haverá sessões diárias de cinema no Museu do Festival com filmes produzidos no país, especialmente de jovens mulheres que estão em ascensão. É o caso de duas cineastas que virão pessoalmente a Gramado: Carol Nguyen e Amber Fares, ambas multipremiadas, apesar da pouca idade.

A escolha por trazer mulheres para representar a pujante produção do país é uma estratégia do Canadá de valorizar o talento feminino em diversas áreas. Neste sentido, no início de 2017, houve um esforço de cooperação entre a Agência Nacional do Cinema do Brasil, a Telefilm Canada e a Women in Film and Television Toronto para compartilhar estratégias que promovam a presença de mulheres no cinema e na televisão.

 

Confira a programação dedicada ao Canadá

Domingo, 20 de agosto

15h – Mostra Canadá (Programa 1)

“Snow Cat”, de Sheldon Cohen

“Christopher Changes his Name”, de Cilia Sawadogo

“The Cora Player”, de Cilia Sawadogo

“The Tournament”, de Francine Desbiens

Museu do Festival

 

Segunda-feira, 21 de agosto

15h – Mostra Canadá (Programa 2)

“Ludovic”, de Co Hoedeman

“The Sand Castle”, de Co Hoedeman

“Roses Sing on New Snow, de Yuan Zhang

“From Far Away”, de Shira Avni/Serene El-haj Daoud

Museu do Festival

 

Terça-feira, 22 de agosto

15h – Mostra Canadá (Programa)

“The Tender Tale of Cinderella Penguin”, de Janet Perlman

“The Cat Came Back”, de Cordell Barker

“Whenthe Dust Settles”, de Louise Johnson

“Lights for Gita”, de Michel Vo

“The Owlwho Married a Goose: An Eskimo Legend”, de Caroline Leaf

Museu do Festival

 

Quarta-feira, 23 de agosto

15h – Mostra Canadá (Programa 4)

“Dinner for Two”, de Janet Perlman

“The Magic of Anansi”, de Jamie Mason

“With Grandma”, de Françoise Hartmann

“How Dinosaurs Learned to Fly”, de Munro Ferguson

“Christopher, please clean up your room!”, de Vincent Gauthier

“Every Child”, de Eugene Fedorenko

Museu do Festival

 

Quinta-feira, 24 de agosto

11h – Gramado Film Market – Conexões

Painel “Financiando e produzindo com o Canadá”, com Raphaëlle Lapierre-Houssian, Adam Till e Monica Aguirre

Hotel Serra Azul

 

14h – Gramado Film Market

Painel “Cinema, TV & Games: efeitos visuais”, com hub do Canadá, Ranz Ranzenberger e Rodrigo Assaf

Hotel Serra Azul

 

15h – Mostra Canadá (Programa 5)

“La Salla”, de Richard Condie

“Strings”, de Wendy Tilby

“Bob’s Birthday”, de Alison Snowden/David Fine

“The Street”, de Caroline Leaf

Museu do Festival

 

16h – Gramado Film Market

Painel “Criando histórias e personagens”, com Michael Baser e Patricia Emídio

Hotel Serra Azul

 

Sexta-feira, 25 de agosto

9h – Gramado Film Market
Workshop Interface & edição, com Autodesk Smoke/Flame e Ranz Ranzenberger

Hotel Serra Azul

 

9h às 12h – Gramado Film Market

Workshop “Roteiro para séries”, Adam Till, Michael Baser

Hotel Serra Azul

 

11h – Gramado Film Market
Workshop Efeitos visuais, com Workshops Autodesk Smoke/Flame, Ranz Ranzenberger

Hotel Serra Azul

 

14h – Gramado Film Market
Workshop “Chromakey & máscaras”, com Autodesk Smoke/Flame, Ranz Ranzenberger

Hotel Serra Azul

 

14h – Mostra Conexões GFM | CANADÁ

“Todo Grão de Arroz”, de Carol Nguyen

“Como você pronuncia Pho?”, de Carol Nguyen

“Desarraigado”, de Carol Nguyen

“Speed Sisters”, de Amber Fares

Palácio dos Festivais

 

15h – Mostra Canadá (Programa 6)

“Village of Idiots”, de Eugene Fedorenko/Rose Newlove

“Strange Invaders”, de Cordell Barker

“George and Rosemary”, de Alison Snowden/David Fine

“What on Earth!”, de Les Drew/KajPindal

Museu do Festival

 

16h – Gramado Film Market

Debate “Mulheres no audiovisual”, com Carol Nguyen, Amber Fares, Eva Piwowarski, Lucy Barreto e Débora Ivanov

Hotel Serra Azul

 

16h – Gramado Film Market
Workshop “Composição 3D”, com Autodesk Smoke/Flame, Ranz Ranzenberger

Hotel Serra Azul

 

17h – Mostra Conexões GFM | CANADÁ

Encerramento com a presença do Embaixador do Canadá, Riccardo Savone

Hotel Serra Azul

 

Sábado, 26 de agosto

15h – Mostra Canadá (Programa 7)

“Under the Weather”, de Tali

“DivineFate”, de IshuPatel

“The Endofthe World in Four Seasons”, de Paul Driessen

“Frank the Wrabbit”, de John Weldon

“M.C. Escher: Sky and Water”, de Gayle Thomas, 3’25”

Museu do Festival

 

Ministério da Cultura, Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, BNDES, Golden Gramado e KM de Vantagens Ipiranga apresentam o 45º Festival de Cinema de Gramado. Lei de Incentivo à Cultura. Patrocínio: Net e Claro e Stella Artois. Copatrocínio: Banrisul – Governo do Estado do Rio Grande do Sul, Todos pelo Rio Grande. Apoio especial: Museu do Festival de Cinema de Gramado e CVC, sempre com você. Apoio: Stemac, Grupo Geradores, Lugano, Laghetto Hotéis, Kia, Naymarm CiaRio, O2 Pós, Cristais de Gramado, Net Sul, Bafo na Nuca Música, Canal Brasil, RBS TV, Estação Filmes e Gramado Professional Hair. Apoio institucional: Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul, Fundacine, ACCIRS, IECINE, APTC/ABD RS e SIAV. Agência Oficial: Vento Sul Turismo. Ingressos: Imply. Agente Cultural: Mais Além Produções. Promoção: Prefeitura de Gramado. Financiamento Pró-Cultura RS, Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Realização: Gramadotur, Ministério da Cultura, Brasil, Governo Federal.