MINISTERIO DO TURISMO E CLARO APRESENTAM:

Antonio Pitanga em dose tripla nesta quarta

TROFÉU CIDADE DE GRAMADO

Nesta quarta-feira, 23 de agosto, o dia será dedicado a Antonio Pitanga em Gramado. O ícone do cinema brasileiro recebe o troféu Cidade de Gramado, à noite, no Palácio dos Festivais.

Antes disso, concede entrevista coletiva aos jornalistas credenciados para a cobertura do festival. E às 14h, Pitanga estará na telona do evento, durante a exibição de sua cinebiografia, assinada pelo diretor Beto Brant e pela filha, Camila Pitanga.

Não faltam histórias e memórias para Antonio Pitanga, e dele se diz que gosta muito de contá-las. Fez história tanto na televisão brasileira como no cinema nacional. Entre muitos outros feitos na sétima arte, estrelou o primeiro e o último longa-metragem de Glauber Rocha – “Barravento”, em 1961, e “A Idade da Terra”, em 1978. Sob a batuta do diretor baiano, ainda interpretou personagens em outras duas produções.

Tornou-se ícone do Cinema Novo, não apenas pela parceria com Glauber Rocha, mas por suas participações em clássicos do movimento como “O Pagador de Promessas” (1962), de Anselmo Duarte, e em produções dos diretores Cacá Diegues, Joaquim Pedro de Andrade e Walter Lima Jr. O convívio com os mestres inspirou no ator o desejo de também dirigir, que se concretizou em 1978 com “Na Boca do Mundo”.

Em mais de 60 anos de profissão, ainda cruzaria os caminhos de importantes diretores brasileiros, como Rogério Sganzerla, Paulo César Saraceni, Sérgio Resende, Zelito Vianna, Karim Aïnuz, Carlos Reichenbach, Hugo Carvana, Silvio Tendler, Fábio Barreto e Beto Brandt, que também dirigiu um recente documentário sobre a trajetória do artista.

Se destacou até em produções internacionais – por sua atuação em “La Mansión de Araucaima”, película colombiana de 1986, foi escolhido Melhor Ator no festival de Bogotá. Ao todo, soma participações em mais de 50 filmes. Na televisão, foram quase 40 produções, em cinco emissoras nacionais. No teatro participou da primeira montagem da peça “Após a Chuva” (2007/2008), entre outros trabalhos.

 Ministério da Cultura, Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, BNDES, Golden Gramado e KM de Vantagens Ipiranga apresentam o 45º Festival de Cinema de Gramado. Lei de Incentivo à Cultura. Patrocínio: Net e Claro e Stella Artois. Copatrocínio: Banrisul – Governo do Estado do Rio Grande do Sul, Todos pelo Rio Grande. Apoio especial: Museu do Festival de Cinema de Gramado e CVC, sempre com você. Apoio: Stemac, Grupo Geradores, Lugano, Laghetto Hotéis, Kia, Naymar, CiaRio, O2 Pós, Cristais de Gramado, Net Sul, Bafo na Nuca Música, Canal Brasil, RBS TV, Estação Filmes e Gramado Professional Hair. Apoio institucional: Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul, Fundacine, ACCIRS, IECINE, APTC/ABD RS e SIAV. Agência Oficial: Vento Sul Turismo. Ingressos: Imply. Agente Cultural: Mais Além Produções. Promoção: Prefeitura de Gramado. Financiamento Pró-Cultura RS, Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Realização: Gramadotur, Ministério da Cultura, Brasil, Governo Federal.